Coletivo Mutável apresenta performance poética sobre o amor no Centro Cultural UFMG

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×
Na quarta-feira, dia 29 de novembro de 2017, às 20h, o projeto Música & Poesia e o Centro Cultural UFMG recebem o Coletivo Mutável com a apresentação “Amor e outras palavras mutáveis”. Entrada franca.“Amor e outras palavras mutáveis” é uma performance poética que dialoga música e teatro com uma sobreposição de textos que abordam o amor e suas diversas interpretações. Nessa proposta artística também são mutáveis as palavras usadas para representar esse sentimento tão complexo. A mensagem surge através da leitura dramática, da voz cantada, da declamação e até mesmo do silêncio. Os textos são de autoria de Daniel Bandeira e Raísa Campos. Juntos com o músico Gilmar Iria, o coletivo Mutável traz à cena diversas nuances do amor.

O Coletivo Mutável traz em seu nome, bem como em sua concepção artística, a instabilidade da matéria. É a soma e também a transição entre música, teatro e literatura, em uma mistura de inquietações autorais. O coletivo surgiu a partir do desejo de três amigos experimentarem em cena os trabalhos até então guardados na gaveta. Estreou em 2016, no Festival de Inverno de Itabira. A convite do músico Octávio Cardozzo apresentou no Myra Espaço Cultural e também no Sarau Libertário no MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal. O grupo faz apresentações para pequenos públicos, em residências, no formato de ensaios abertos.

Daniel Bandeira é formado em Comunicação Social (UFC – 2013) e pós-graduado em Gestão de Projetos Culturais (PUC Minas – 2016). Cursou um ano de Licenciatura em Teatro (UFC – 2014), interrompido pela sua mudança para Belo Horizonte. Atualmente é Coordenador de Comunicação no Galpão Cine Horto (MG), local onde também é aluno de teatro. Iniciou os estudos nas artes cênicas aos 14 anos em cursos livres, oficinas e grupos amadores de Fortaleza (CE). Como ator participou do projeto Pausa Dramática (2007), IV Festival de Esquetes da Cia. Teatral Acontece – Fecta (2007 – Indicação a Melhor Ator Coadjuvante), X Festival de Esquetes de Fortaleza – FestFort (2007), entre outros. Em 2008 foi indicado no XXII Prêmio Destaques do Ano na categoria Revelação Masculina. Foi crítico colaborador do site “A preço de Banana” na área de teatro e dança entre 2010 e 2011. Em audiovisual foi jurado da Mostra Olhar Ceará do Cine Ceará (2009) e diretor, roteirista e editor do curta-metragem “Passagem”, exibido na 7ª edição do NOIA (2008). Desde 2006 desenvolve trabalho autoral em literatura, publicado no blog pessoal: http://dan-oiseau.blogspot.com/

Gilmar Iria é músico, bacharel em Viola pela Escola de Música da UFMG, formado na classe do Prof. Dr Carlos Aleixo. Em 2009 integrou projetos como a Orquestra Jovem do Palácio das Artes e a Orquestra Sinfônica da Escola de Música da UFMG. Desde 2011 atuou como regente e arranjador da Orquestra do CMI. Foi compositor residente do grupo de teatroMamãe Tá Na Platéia e do grupo Set. Como solista estreou em Dezembro de 2013“Grosoã” recital de Viola onde executa sua composição Lamento para Viola Solo. Em junho de 2014, a convite da cantora italiana Francesca della Mônica, participou do espetáculo Rifrazioni di Alice, realizado no Castello Pasquini, na cidade de Castiglioncello-Itália, durante o festival Inequilibrio. Participou como músico performer da cena curta Antes do Fim e dos espetáculos Cor Agem e Amor e Outras Palavras Mutáveis. Atualmente é regente da Orquestra do Centro de Musicalização Infantil da UFMG e da Orquestra de Câmara Arte Nossa na cidade de Pará de Minas.

Raísa Campos é atriz, cantora e preparadora vocal. Graduada em Teatro pela EBA/UFMG e em canto pela Bituca Universidade de Música Popular. Atriz, diretora e dramaturga do Amor e Outras Palavras Mutáveis (2015) e Cor Agem: Coração de Carne (2014). Cantora, compositora, arranjadora e produtora do grupo de MPB Oxente Uai. Realizou preparação vocal de espetáculos tais como Risco (2016), A Panela (2016), Por Ventura (2013), Piba e o Mundo em Preto e Branco (2012), Para Ousar Dizer o Nome (2012) e A Ópera do Malandro (2010). Foi professora de expressão vocal no Teatro Universitário da UFMG, Escola de Teatro da PUC, Entreato e Skene. Atualmente leciona no Curso de Teatro do Cefart. Realizou intercâmbio artístico com Francesca della Monica na Itália, onde integrou o elenco do espetáculo Rifrazioni di Alice (2014), direção de Marcelo Cordeiro. É pesquisadora da metodologia de trabalho vocal de Della Monica, acompanhando e produzindo Workshops da artista em Belo Horizonte desde 2011.

Projeto Música & Poesia
O projeto Música & Poesia promoveencontros de artistas, apresentações musicais, recitais, contação de histórias, performances, peças teatrais e toda iniciativa que de alguma forma se relacione às artes verbais e performáticas. É voltado para a comunidade em geral e acolhe as manifestações artísticas de pequeno porte (pois é realizado no hall de entrada do andar superior do prédio) promovendo o exercício do canto, da poesia, da música, do teatro, da performance e da expressão corporal de forma intimista no centro da cidade. Propicia a divulgação dos trabalhos inéditos ou ainda pouco divulgados de atores, músicos, poetas ou daqueles que, sem título que lhes caiba, se misturam e transitam por ambos os caminhos. Aos que permitem o toque do som e da palavra, o Centro Cultural UFMG declara que as portas estão abertas. Sempre às quartas-feiras, às 20h.
O Centro Cultural UFMG fica na Av. Santos Dumont, 174, esquina com Rua da Bahia.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×
%d blogueiros gostam disto: