Ipatinguense busca apoio para projeto Releituras no Catarse

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Douglas Evangelista é um artista ipatinguense que está buscando apoio para um projeto cultural através do Financiamento Coletivo (Crowdfunding) via Catarse.

O projeto Releituras é uma coletânea de ilustrações que abordam a cultura pop, passando por personagens famosos de filmes, séries e desenhos da década de 80 e 90.

E tem ainda ilustrações com a participação de artistas como Rodisley José da Silva, Stenio Gustavo, Sândalo Barbosa, Ítalo Nanais e outros. São mais de 120 ilustrações em 70 páginas.

O Releituras está no endereço eletrônico – www.catarse.me/Releituras -, um dos pioneiros nessa modalidade de financiamento, onde qualquer um pode apoiar um projeto de forma simples e rápida, e receber uma recompensa.

Natural de Ipatinga, Douglas é ilustrador, arte educador, professor de Danças Urbanas e fã de Cultura Pop, influências recorrentes em suas ilustrações.

Trabalha basicamente com duas técnicas em seus rabiscos, o cartoon e o abstrato, imprimindo muito humor e cores nas composições e fazendo trabalhos para estampas de camisetas e customizáveis.

O crownfunding é uma das alternativas que artistas de todo o Brasil buscam para realizar seus projetos. No financiamento coletivo, várias pessoas se identificam com o projeto e resolvem contribuir financeiramente para que ele saia do papel. Baseado na economia colaborativa, tem como fundamento a premissa de que juntos todos podem conquistar seus objetivos.

Não existe uma quantia fechada, cada um colabora com a quantia que quer. É uma contribuição em troca de uma recompensa. Aliás, esta é outra marca do financiamento coletivo, todas os contribuintes recebem uma recompensa – pode ser um agradecimento em rede social, um CD, uma camiseta personalizada, ingresso para shows, entre outros.

É simples: o artista cria uma campanha de arrecadação de fundos e as pessoas que gostarem de projeto – não importa qual seja – podem contribuir para que ele possa lançá-lo.

E não tem burocracia. Quem deve ser convencido é o público-alvo, que se transforma em sua fonte de recursos para implantação do projeto. Traduzido ao pé da letra, crownfunding significa financiamento feito por uma multidão, ou seja, financiamento coletivo.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×
%d blogueiros gostam disto: